MEDIDAS DE TAXA DE TRANSFERÊNCIA REAL EM REDES LOCAIS SEM FIO COM SOFTWARE LIVRE

Sérgio Duque Castilho, Alex Fernando Sousa Antonio, Delano Luiz Gnaspini Lamparelli

Resumo


Existem varias marcas e modelos de roteadores sem fio disponíveis no mercado contendo tecnologias diferentes de fabricação, podendo chegar a diferenças em relação à capacidade máxima do fluxo das informações. Através de testes de bancada utilizando o padrão IEEE 802.11g, pretende-se analisar e verificar a taxa máxima real de transferência que cada modelo escolhido consegue sustentar e se todas as informações em relação a suas funções e recursos condizem com as especificações do fabricante do produto. Pretende-se com este trabalho identificar por meio de testes se as tecnologias distintas empregadas na fabricação das marcas e modelos dos roteadores sem fio utilizados podem levar a diferenças significativas na capacidade máxima do fluxo das informações. Com o grande e rápido desenvolvimento das tecnologias de rede sem fio, o surgimento de novos equipamentos e um numero cada vez maior de usuários aderindo ao uso devido à facilidade e rapidez com que as redes sem fio são implementadas, surge à necessidade de verificar sua real capacidade e se os equipamentos se enquadram corretamente em relação as características passadas na hora de sua aquisição. Serão realizados testes funcionais em laboratório utilizando alguns programas de benchmarking com roteadores e adaptadores sem fio, para poder medir as taxas de transferência, possibilitando obter informações e afirmações de até que ponto um roteador sem fio tem seu funcionamento correto.


Palavras-chave


Redes, Taxa de Transferência, Sem Fio

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .