ANÁLISE ESTATÍSTICA ESPACIAL DO CÂNCER NOS MUNICÍPIOS PAULISTAS 1

. Ana Cristina Mauricio Ferreira, . Delton Campanhã Moraes, . Luiz Gustavo Leite Marques

Resumo


ABSTRACT.

Cancer  present as a major cause of illness and death in Brazil, where, since 2003, approximately 17% of deaths with known cause, notified in 2007 Mortality Information System. Thus, considering cancer as a phenomenon occurring spatialized aimed to study the spatial correlation of cancer mortality occurred in the municipalities of São Paulo, or  verifies  that the occurrences of a given municipality can influence events in neighboring municipalities. We used a base map of the State of São Paulo, containing a vector representation of the municipal limits, provided by the National Institute for Space Research (INPE). Regarding the data regarding the incidence of cancer mortality in the counties, these refer to the year 2010 and were collected from the Database of the Unified Health System (DATASUS). For data analysis, we used spatial statistical tools, which aims to verify the existence of spatial autocorrelation of cancer mortality rates. We used spatial statistics tools, specifically the Global Index and Local Moran. As  results were found four regions in which the spatial autocorrelation is more evident, those regions that involve groups of municipalities.

RESUMO.

O câncer  apresenta-se como importante causa de doença e morte no Brasil, constituindo, desde 2003, aproximadamente 17% dos óbitos por causa conhecida, notificados em 2007 no Sistema de Informações sobre Mortalidade.  Assim, considerando o câncer como um fenômeno de ocorrência espacializada, objetivou-se estudar a correlação espacial da mortalidade por câncer ocorrida nos municípios do Estado de São Paulo, ou seja, verificar se as ocorrências de um determinado municípiopodem influenciar as ocorrências dos municípios vizinhos.  Foi utilizada uma base cartográfica do Estado de São Paulo, contendo a representação vetorial dos limites municipais, disponibilizada pelo Instituto Nacional de Pesquisas Espaciais (INPE). Em relação aos dados referentes à ocorrência de mortalidade por câncer nos municípios paulistas, estes  se referem  ao ano de 2010 e foram coletados junto ao Banco de Dados do Sistema Único de Saúde (DATASUS). Para a análise de dados, foram utilizadas ferramentas de  estatística espacial, que tem por finalidade verificar a existência de autocorrelação espacial das taxas de mortalidade por câncer. Foram utilizados ferramentas de estatística espacial, especificamente o Índice Global e Local de  Moran. Como resultados foram encontradas  quatro regiões em que a autocorrelação espacial é mais evidente, regiões estas que envolvem agrupamentos de municípios.


Palavras-chave


câncer; geoprocessamento; análise espacial; estatística espacial.;cancer; GIS; spatial analysis; spatial statistics;

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .