A Permanência De Estudantes De Origem Popular No Ensino Superior: O Caso Dos Alunos Beneficiários Do Prouni

Profª Gabriela de Souza Honorato

Resumo


RESUMO

Assiste-se no Brasil, nos cursos de educação superior, uma ampliação do acesso de estudantes menos  privilegiados, afrodescendentes e aqueles com origem em escolas públicas. Este fenômeno pode ser explicado por uma combinação de políticas de ação afirmativa e programas do governo federal tais como o “ReUni” e o “ProUni”, dirigidos, respectivamente, a instituições de ensino superior públicas e privadas. Embora as estatísticas nacionais apontem para expectativas positivas, considerando a diversidade do público que passou a chegar a esse nível de ensino, a questão, agora, seria a de pensar não mais o “problema do acesso”, mas as possibilidades desses grupos permanecerem nos cursos de graduação por quatro a cinco anos até conseguirem o diploma superior. Este artigo tem por objetivo apresentar o desenho de uma pesquisa que começa a se desenvolver, tomando como objeto de estudo beneficiários do Programa Universidade para Todos. A entrevista semi-estruturada apresenta-se como a técnica mais apropriada de coleta de dados, que pretende sistematizar e analisar informações qualitativas. Concluindo, é apontada a hipóte se de que as dificuldades relacionadas à conclusão do ensino superior vão além das limitações econômicas, passando, essencialmente, por um processo de integração à cultura acadêmica.

Palavras-chave: Ensino superior. Políticas públicas. Estudantes.

The permanence of popular origin students in higher education: the case of ProUni beneficiaries

ABSTRACT

It is witnessed in Brazil, in higher education courses, an increased access of disadvantaged social origin´s students, afro -descendents and students coming  from public schools. This phenomenon can be explained by a combination of affirmative action policies and federal government programs such as “ReUni” and “ProUni”, directed, respectively, to public and private higher education institutions. Although the national statistics point to positive expectations, regarding the diversity of the public who came to attend higher education courses, now, the problem is not to think about the “access problem”, but the possibilities these groups have to persist in a gradua tion course for four or five years until they acquire the diploma. This paper aims to show the design of a research that begins to be developed, taking as its study object beneficiaries of Universidade para Todos Program. The semi-structured interview is presented as the most appropriate data collection, which aims to systematize and analyze qualitative information. In conclusion, the hypothesis is pointed out that the difficulties related to the completion of higher education go beyond the economic constraints, passing essentially through a process of integration into the academic culture.

KEY WORDS: Higher education. Public Policies. Students.


Palavras-chave


Ensino superior; Políticas públicas; Estudantes; Higher education; Public Policies; Students;

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

ISSN 2238-3948

Faculdade de Tecnologia de Bauru