ELEMENTOS DE LITERATURA E JORNALISMO EM “CARLINHOS, O INCONVENIENTE”, DE JOÃO ANTÔNIO

Clara Avila Ornellas

Resumo


O caso do sequestro do menino Carlos Ramirez, ocorrido em 1973 no Rio de Janeiro e até hoje não concluído, é o tema do texto “Carlinhos, o inconveniente”, de João Antônio. Publicada na coletânea Malhação do judas carioca (1975), dois anos após a ocorrência do crime, a narrativa apresenta, por meio do uso de técnicas literárias e jornalísticas, outros lados do fatos. Verifica-se a explícita crítica do autor à maneira como o crime é tratado pela imprensa e pela polícia, bem como ao interesse da sociedade por notícias especulativas sobre a ocorrência de um delito. O escritor vale-se, por exemplo, de máximas populares, da linguagem informal e da personificação, unidas a técnicas de elaboração jornalística, para trazer à reflexão o imaginário que permeia a sociedade carioca e, por consequência, a sociedade brasileira.

 


Palavras-chave


Literatura Brasileira; Literatura e Jornalismo; Crítica Literária; João Antônio.

Texto completo: PDF

Apontamentos

  • Não há apontamentos.


Licença Creative Commons
Este trabalho está licenciado sob uma Licença Creative Commons Attribution 3.0 .

ISSN 2238-3948

Faculdade de Tecnologia de Bauru